segunda-feira, 29 de março de 2010

REFLEXÕES EM EZEQUIEL 47, NUMA TARDE DE PRIMAVERA

A tarde era dourada e o meu marido levou-me até junto do mar. Cada vez que o contemplo, sinto-me invadida por algo imenso e inexplicável... mas ontem reparei num menino que corria para a beira da água, chapinhava, saltitava na água e depois voltava para junto da mãe. Fez o mesmo percurso dezenas de vezes, sempre feliz. Não entrava na água mais uns passos, não se aventurava mais uns centímetros, ficava na sua zona de segurança.
Olhando o menino, pensei na minha vida. fFiz o mesmo trajecto durante tanto tempo, provando, correndo para refrescar os pés, sentindo o bater das ondas, mas sempre receosa da sua força e da sua imensidão...
A mãe do tal menino cansou de ver o filho fazer o mesmo caminho tantas vezes e resolveu pegar na situação. Tal e qual: apertou-lhe os braços e sem ouvir os seus gritos de pavor, mergulhou-o naquela água em movimento...a criança saiu a chorar, a mãe vinha vitoriosa!
Já sei o que vai acontecer; vai levar muito tempo para que aquele menino corra sozinho para o mar e se o fizer, vai sempre olhar para trás, não venha lá a mãe obrigá-lo a uma coisa tão insegura (não é só a água que tem movimento, a areia no fundo também tem...).
Deus, meu Pai, fez exactamente o oposto comigo. Para que eu aprendesse a nadar nas Suas promessas e no Seu plano, foi à minha frente. Mediu primeiro uma profundidade fácil, até aos artelhos; depois noutro momento, a água já me batia na cintura. Olhei para a praia. Ainda estava a uma distância segura. Mas Ele levou-me mais longe e aí ... estendi os braços e nadei...Nunca me empurrou, nunca forçou, deixou que eu entendesse a força do Seu plano e da Sua voz e estendeu sempre a mão, para que em nenhum momento me sentisse só.
Na margem vejo árvores, fruto, gente que pesca, curada, redimida. Fez-me entrar nessas águas para que conheça o Seu poder, para que nunca mais tenha medo...posso voltar à praia sempre que quero, posso entrar na água sempre que desejo. Sou livre!

Sem comentários:

Enviar um comentário