sexta-feira, 21 de maio de 2010

O DEUS DESCONHECIDO

Já não escrevia há alguns dias. Tenho estado em reflexão. O fim de semana passado ouvimos coisas muito importantes, sérias e desafiadoras. Costumo escrever o que ouço, mas gosto de tornar a ouvir a mensagem, mastigar e digerir calmamente o que me toca.
Na Sua imensa sabedoria, Deus envia-nos pessoas que nos trazem a Palavra como se ela fosse nova, como se o mel escorresse de cada frase, como se o sol de repente brilhasse acima das nuvens.
Uma das coisas que me tocou foi ver pessoas para quem Deus é Desconhecido, mas que ao ouvirem o arauto do Senhor, de repente tudo começa a fazer sentido. Deus pode até continuar a ser descolhecido para eles, mas desejam-no da mesma maneira, anelam pelo puro, pela luz, mesmo no meio da sua escuridão. O apóstolo Paulo encontrou no meio de muitos altares, um que lhe chamou a atenção. Nele só havia uma inscrição: "Ao deus desconhecido". Acredito que tal como naqueles dias, os homens procuram algo fora dos deuses, dos dogmas e dos rituais já conhecidos e batidos. No coração de cada homem, há saudade de Deus, do eterno, do espiritual. O nosso problema é que muitas vezes levamo-los a outros altares que nós ou a nossa "igreja" construimos, em vez de os deixarmos ali, procurando, desejando, meditando, nesse Deus desconhecido... Porque Ele deixa-se achar pelos que O buscam, Ele deixa-se ver pelos que O desejam, Ele revela-se aos de coração sincero. Temos pressa na conversão, temos ansiedade no processo, queremos que de repente façam parte, não entendemos o caminho de Deus...
Uma mulher chamada Lidia, junta as amigas e vão a caminho do rio, para um lugar calmo e tranquilo para orar...a um deus que não conheciam. Mas eis que Ele se revela, quando três homens se aproximam do rio e lhes apresentam a mensagem da salvação em Jesus Cristo. Elas entendem. Tudo passa a fazer sentido.
Oro para que aqueles que ouviram o homem de Deus neste fim de semana passado, encontrem no seu caminho Aquele que é o proprio Caminho e que na busca da luz, achem Aquele que em si mesmo é a Luz do mundo. Já agora, o processo é Dele, nós somos meros expectadores do milagre!

Sem comentários:

Enviar um comentário