sábado, 15 de janeiro de 2011

O ÁLBUM


A amizade é como uma casa onde queremos morar com alguém. Constrói-se com um certo ritmo, escolhendo os materiais adequados para o produto final. Um dia olhamos e a casa está feita, sólida, bonita. Esquecemos até o esforço, as agruras e o preço que custou construi-la. Casas foram feitas para ser habitadas e amadas. Amizade é assim também. Depois de construi-la, entramos lá dentro e passamos a morar, a partilhar e a alindar esse espaço precioso.

Nem sempre é tudo calmo dentro da casa. Há dias em que choramos, outros em que rimos e ainda outros em que o silêncio é necessário. Mas quando um dos elos da amizade parte para outro destino, outra casa, instala-se um vazio, uma dor tão grande...é como se não soubéssemos mais onde sentar, o que comer, como dormir. Depois, um dia, damos por nós a fazer a nossa rotina. Restam-nos as lembranças, os telefonemas e os álbuns das fotografias. E é dentro deles que voltamos a viver momentos, a rir de lembranças e a recordar o que foi dito num certo momento.

Aconteceu-me isto esta semana. A minha casa ficou mais vazia. A minha amiga partiu para o seu novo destino e eu vou ter de habituar-me a viver assim, com as lembranças, os breves instantes de conversa possível e um álbum, onde ela colocou alguns dos momentos da nossa “casa”. Viro as folhas com cuidado e detenho-me a lembrar o que está por detrás de cada foto, como foi vivido cada momento. É fácil, porque ela escreveu o que era importante junto de cada uma delas. E citou um poeta da sua terra: “O correr da vida embrulhou tudo. A vida é assim, esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta...O que ela quer da gente é coragem!”

A casa está forte, sólida e à espera. Amizade, uma vez construída fica ali, à espera...

2 comentários:

  1. Sarah, que lindas palavras e que coração amável !...conheço a Betania e o Rubinho a ahguns anos pelo Blog (www.alicenopaisdopensamneto.blogspot e www.verdadesnuas.blogspot.com)... e cresceu um grande carinho em meu coração por esse casal tão usado por Deus.
    Moro aqui no Brasil, mas muito longe deles, em outro estado e numa cidadezinha do litoral norte de São Paulo e não sei se um dia os conhecerei fisicamente, mas sei que eles também moram em meu coração !
    Lindas as suas palavras e a sua homenagem a esse amizade !
    è um prazer estar aqui hoje e acabo de add aos meus favoritos e passo a segui-la a partir de agora !
    beijos no seu lindo e doce coração e que Deus a abençoe em tudo o que fizer. Sempre !
    Alice

    ResponderEliminar
  2. Irmã, parabéns por esse seu lindo texto sobre a amizade!

    ResponderEliminar