terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

ESTAÇÕES


Que longo e agreste Inverno! Já reparou que chove desde Outubro ? Num país onde as temperaturas normalmente se mantêm amenas, este ano tivemos tudo: gelo, neve, ventanias, tornado, sei lá…
Mas hoje temos sol! Como ele transforma tudo à nossa volta. As pessoas passam pela rua menos apressadas, levantam o rosto em vez de escondê-lo por detrás de grossos cachecóis e… sorriem. Já se notam pequenos rebentos nas árvores e hoje vi um passarinho saltitando por cima do telhado do meu terraço.
Prenúncio precoce da Primavera, ou apenas bênção do Criador para aquecer os nossos corações? Segundo o calendário, a Primavera ainda vem longe, mas a Natureza não está sujeita aos calendários pendurados nas nossas paredes. Deus fez estações, não deu dia certo para acabarem ou para começarem. Cada estação tem nuances próprias e calor ou frio que são muito seus.
Pensei na nova estação e apliquei-a à minha vida. O que vou produzir nesta nova etapa? Como vou florir para o mundo á minha volta? Será que vou aquecer alguma alma com a minha presença? Darei fruto doce e saudável para um mundo doente e em desequilíbrio? Farei diferença ao ponto de alguém dizer que encontrou a estrada perdida?
Todos os anos Deus repete as estações, mas nenhuma é igual à anterior. Cada uma traz uma novidade única. Eu também não quero repetir o que já fiz, dizer as mesmas palavras, ser amiga das mesmas pessoas. Quero que a minha estação seja única, que comece exactamente no dia certo no Seu calendário, não nos outros, pendurados nas paredes da casa, cheios de números, de luas e de fotos de mau gosto…

Sem comentários:

Enviar um comentário