segunda-feira, 6 de agosto de 2012

O QUE QUERES?



Quando era criança a história da lâmpada de Aladino fascinava-me. A ideia de poder exprimir um dsejo e ele ser realizado...
Hoje, em divertida brincadeira com amigos e família, ainda brinco com a lâmpada: o que faria se me saísse o euromilhões? A resposta a estas questões revela, sem me aperceber, o que quero, o que mais desejo da vida, qual é a prioridade no meu coração.
Alguém terá dito que uma coisa grande é acidental, vem e vai. Tudo passa, afinal.
Mas a pergunta persiste: o que quero? Esta manhã fui confrontada outra vez com este pensamento e obrigada a responder ao mesmo.
Quero ver Deus. (Conseguirei, algum dia?)
Quero conhecê-lO mais. (Como se conhece o que é infinito?)
Quero viver na absoluta dependência do que Ele deseja (E quando é totalmente oposto ao que desejo, ainda quero?)
Quero viver sem lutar por nada. (Totalmente abandonada ao Seu querer...)
Quero ver os meus filhos e a sua geração tocarem o seu mundo. (Verei? Confio que o farão?)
Pergunta difícil. Respostas ainda mais difíceis ou pelo menos incertas. Mas continuo a querer.

Sem comentários:

Enviar um comentário