domingo, 22 de setembro de 2013

AMA O TEU PRÓXIMO COMO...


Se responder ao mandamento de Jesus “Ama o teu próximo como a ti mesmo”, vou descobrir se estou ou não errado no amor por mim mesmo... 


 
Da mesma maneira que desejo comida quando tenho fome, desejo alimentar o meu próximo quando ele tem fome?
Como desejo boa roupa para me cobrir, desejo que o meu vizinho tenha também boas roupas? 
À medida que trabalho para viver num lugar confortável, desejo que o meu próximo tenha um lugar seguro para viver?
Enquanto  desejo ser livre de calamidades e violência, procuro conforto e segurança para o meu próximo? 
Trabalho para que a minha vida tenha significado, desejo o mesmo significado para o meu próximo? 
Desejo ter amigos, procuro ser amigo do meu próximo?
Desejo ser bem-vindo entre pessoas estranhas, dou as boas vindas ao meu próximo? 
Por outras palavras: torno a minha busca pessoal a medida da minha dádiva pessoal? 
Quando Jesus diz, “ama o teu próximo como a ti mesmo” a palavra COMO torna-se radical. 

Significa:
  • Se estou entusiasmado na busca da própria felicidade, tenho que estar entusiasmado na busca da felicidade do meu próximo.
  • Se sou criativo na busca da minha felicidade, serei criativo na busca da felicidade do meu próximo.
  • Se sou perseverante na procura da minha felicidade, serei perseverante na procura da felicidade do meu próximo.
De facto Jesus não disse apenas: busca para o teu  próximo  as mesmas coisas que buscas para ti, mas busca-as da mesma maneira – com o mesmo zelo, energia, criatividade e perseverança. Torna a tua busca a medida da tua dádiva.

Sem comentários:

Enviar um comentário