segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

SEI!

E vamos lá começar um novo ano no blogue,
Iniciei-o em 2009. Não quero falar do outro, anterior, que me foi roubado, pirateado e sei lá mais o quê.
Tem-me dado tanto prazer escrever! Gostaria de fazê-lo mais amiúde, mas o tempo ás vezes não dá para tudo...
Tenho abordado aqui imensos temas, desde os mais tristes e dolorosos até aos alegres e ainda aqueles que não têm muita importância, a não ser para mim, que os escrevo.
Ouvi dizer que 2015 será o ano da esperança. Não sei onde se baseiam os políticos e comentadores para tal afirmação. Afinal todos os anos deveriam ser de esperança. mesmo quando a perdemos, ainda quando não  há muito para esperar. Escrevi aqui há tempo sobre este assunto da esperança ou da falta dela.
Mas hoje, quero trazer à lembrança aquilo que me dá esperança: saber que a fidelidade, bondade, amor, misericórdia, graça de Deus nunca falham, jamais me desamparam! O que vejo e o que que sinto, não são muito promissores. O que me acontece não é, de modo algum, um prenúncio de algo bom, mas eu trago hoje à lembrança tudo o que pode produzir em mim esperança - a grande fidelidade de Deus.
Se no decorrer deste ano algo ruim me acontecer, SEI que Deus será Fiel nesse momento como foi noutras circunstâncias semelhantes. SEI que Ele me levantará acima das minhas dores. SEI que a Sua mão de poder me sustentará acima dos meus medos. SEI que posso estar confiante Naquele que cuida dos pássaros e sabe o número de todos eles. SEI  que no meio do vendaval, não irá deixar o meu barco afundar. 
SEI! E só isso, acende a luz da esperança!

1 comentário: