sexta-feira, 27 de março de 2015

BODAS DE OURO

Estivemos a celebrar as nossas bodas de ouro. Alguém, lá muito atrás no tempo, resolveu dar nomes a cada um dos aniversários de casamento. Dizem que a tradição vem de há séculos, na velha Alemanha, onde em certas localidades ofereciam ao casal que completava 25 anos, uma coroa prateada e ao que chegava aos 50 anos, uma coroa dourada. Os materiais que inventaram para cada aniversário, são dos mais diversos e, no meu entender, alguns deles bem estranhos. No entanto, envolver 50 anos de casamento em ouro, é bastante significativo. Acho que será porque  o ouro representa durabilidade e preciosidade.
Seja lá o que for...é muito tempo! Quando casamos, nesse dia feliz e memorável, cheios de sonhos e juventude, nem nos passa pela ideia o que serão os longos anos a seguir. Quantas alegrias e dores, quantas surpresas e desatinos, o que vamos encontrar de dissabores e  dificuldades. No entanto, esta celebração, parece ser  algo em vias de extinção! Quem é que aguenta tanto tempo, quando hoje, por "dá cá aquela palha", as pessoas  trocam esta por outra e vivem à procura de um prazer e felicidade constantes, como se isso fosse possível neste tempo que se chama vida?
Afinal, ao longo destas décadas, mudamos muito. Pois é aí precisamente que reside o segredo de continuarmos juntos: a descoberta do outro, nas suas diferentes facetas e o compromisso com esta pessoa, a mesma, por quem nos apaixonamos. 
Para quem como nós, chega a este dia tão especial, parabéns! Grande feito! Experiência abençoada!


Sem comentários:

Enviar um comentário