sábado, 8 de agosto de 2015

A SUA MISERICÓRDIA

Acordei muito cedo. Àquela hora em que não queremos dar um passo para não perturbar o resto da família. A brisa leve fazia ondular o cortinado do quarto. Os galos não cantavam, os cães não ladravam, o trânsito normal não existia. Era como se o dia, tal como eu, tivesse acordado sem saber ainda o que fazer. Fiquei ali, quietinha, a sentir o sossego e a calma do amanhecer. Não sabia  o que esse dia iria trazer-me. Não conseguia planear nada, porque o momento era leve, doce, tranquilo, fresco, silencioso, único...mas pensei na misericórdia de Deus, que é nova a cada manhã, assim, leve, doce,tranquila, fresca, silenciosa, única...
O primeiro som que ouvi depois desta tranquilidade, foi o sino da igreja a marcar as horas. Sempre o tempo, o implacável tempo, a dizer-nos que aquele momento de paz está a passar e que logo a seguir vem outro, sei lá de quê...
Mas de uma coisa tenho a certeza. Amanhã, esteja eu acordada ou a dormir, a misericórdia de Deus será nova, leve, doce, tranquila, fresca...outra vez!

Sem comentários:

Enviar um comentário