segunda-feira, 31 de agosto de 2015

PAUSA

Segundo os bloguistas, estou calada há muito tempo. Deveria escrever todas as semanas, porque as pessoas que me seguem, procuram-me todas as semanas. O que acontece é que por fim...cansam-se e vão ler outros blogs. 
Não tem a ver com escrever ou não escrever, mas com o querer usar as palavras para que façam algum sentido dentro e mim. E não têm feito.E esse facto levou-me mais uma vez a um exame interior. Porquê? Eu, que gosto tanto de "dizer "coisas", porquê esta escassez de palavras, de ideias?
Conclui que não tem a ver com cansaço, nem com falta de assunto, nem mesmo com o muito ou pouco interesse que alguém tenha em ler o que escrevo, mas com uma necessidade de pausa, de silêncio, de olhar para dentro de mim e examinar as minhas motivações, desejos e expectativas. E aqui estou eu a quebrar esse silêncio, só para dizer isto. Olhem, faz de conta que fui de férias para uma ilha selvagem, onde a comunicação com o exterior é nula ou que me ausentei para um país distante onde é muito difícil aceder à internet...
Li no interessante livro do Apocalipse, que houve um silêncio no Céu durante meia-hora. Não sei o que fizeram nas altas instâncias celestes durante aqueles trinta minutos, mas sei que não houve cânticos, nem anjos a voar, nem ordens a serem emitidas, nada...silêncio.
Ora, se  Céu fez uma pausa, porque é que eu não posso fazer?

1 comentário: