quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

MISTÉRIO


O mistério da encarnação. Cada ano que passa e medito mais profundamente sobre a vinda do Salvador dos homens, mais abismada fico com o plano profundo, único de Deus. 
Podia ter enviado o Messias de outra maneira...Ele poderia ter aparecido do nada e quando os homens dessem por isso, lá estava Ele no meio do templo de Jerusalém, com olhos faiscantes e uma espada de luz que dizia aos Seus inimigos de quantos actos de poder era capaz.
Podia ter nascido de alguma princesa judia, embora que nessa altura a classe real estivesse reduzida ao silêncio imposto pelos invasores romanos.
O mistério começa na escolha de uma menina vulgar, com sonhos do tamanho do seu coração e horizontes limitados pela sua terra  e família; com o meio pelo qual essa jovem fica a saber da vinda do Messias. Deus não vai colocar magicamente no seu colo uma criança, que crescerá até na idade adulta poder revelar a Sua identidade. 
Nada disto. O mistério é que a Palavra que criou os mundos e trouxe à existência tudo o que há, toma a forma de um embrião humano no ventre de Maria, precisa de nutrientes do seu corpo , cresce durante 9 meses e transforma o físico, as emoções, expectativas e desejos da mulher que O transporta.
O mistério é que nasce como qualquer bebé. Maria tem que fazer força para Ele se libertar do seu  corpo; a criança dá o primeiro grito quando os pulmões se enchem do oxigénio que alimenta a vida dos homens; dorme o primeiro sono encostado ao peito virgem da mãe.
O mistério é que Ele é Deus, inteiro, tomando a nossa forma para ser Homem inteiro.
O mistério é que Ele tem uma missão definida e viverá para ela.
O mistério é que o pecado não toca o Seu corpo e um dia oferece-se como oferta vicária pelos pecados do mundo.
Quanto mais medito, mais me espanto...
Hoje, o mistério avassala-me porque este mesmo Cristo está a ser formado em mim e eu quero  que o que desejo e espero, estejam dependentes completamente desse Ser que me transforma e me dá uma nova forma, uma nova maneira de ver e sentir....