sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

NATAL OUTRA VEZ

E é Natal outra vez. Este ano ele resolveu deixar de lado os agasalhos mais fortes e vestiu-se de sol e de luz! Mas tal como nos outros anos, a azáfama é igual: gente a encher lojas e centros comerciais à procura dos melhores preços para os melhores presentes, pessoas que sorriem  e conseguem dizer "boas festas" quando durante todo o ano nem lhes vimos os dentes...
Há realmente uma atmosfera diferente. Será o entusiasmo de reunir a família, de receber mensagens amigas, de decorar a casa com mais luz e brilho, de viajar para encontrar quem se ama? Pode ser. Pena que se tenham esquecido do personagem principal do Natal, porque aí, sim, a emoção de saber que Deus enviou o Seu Filho para fazer-se igual a nós, iria tomar conta de todos os festejos e daria um brilho muito maior ao ajuntamento familiar. 
A mensagem dos anjos aos pastores dizia: "...boa vontade entre os homens". Deus ainda hoje deseja que esta boa vontade, este espírito solidário, esta noção da carência dos outros à nossa volta, encham os nossos dias, nesta estação natalícia.
Em vez de fecharmos todas as portas e janelas da nossa casa para manter o calor só para nós, abramos os nossos corações para os doentes, desalojados, enlutados. Levantemos uma oração de Consoada pelos que trabalham nessa noite, para manter a saúde, a segurança, os transportes, os serviços necessários para a nossa vida citadina. Isso também é responder à mensagem angélica.

Sem comentários:

Enviar um comentário